FunRio afirma que minuta de acordo já está em PRF

26 de Maio de 2011 Área Policial
Na última segunda-feira, dia 23, o secretário-executivo da FunRio, Azor José de Lima, informou à FOLHA DIRIGIDA que já foi encaminhada à Polícia Rodoviária Federal (PRF) uma minuta de um acordo para agilizar a retomada do concurso. "Estamos aguardando eles nos chamarem para uma reunião para tratar do acordo", disse ele. Questionada a respeito do assunto, a PRF não deu retorno até o momento.

Azor de Lima não quis antecipar o teor do acordo, afirmando que caberá ao departamento dar publicidade à proposta feita pela organizadora. Ele confirmou que a fundação está de posse de todos os dados do concurso e ressaltou que, desde o início deste caso, a FunRio entende que não houve nenhum dolo e que nada foi corrompido.

O secretário-executivo da FunRio, ao contrário das vezes anteriores, não afirmou que a fundação tem o objetivo de retornar ao concurso. "Depende do que foi conversado. Já está muito longe isso", avaliou.

Reuniões - Nesta terça-feira, dia 24, será realizada uma nova reunião entre representantes do sistema sindical da PRF e do próprio departamento. Segundo o vice-presidente da Comissão Nacional de Mobilização (CNM) do sistema sindical da PRF, Renato Dias, o encontro já faz parte da agenda imediata de trabalhos estabelecida em reunião anterior, que contou com a participação do ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, da diretora-geral da PRF, Maria Alice Nascimento, e de outros diretores do departamento.

Entre os temas a serem discutidos nos novos encontros, segundo nora assinada em conjunto e divulgada pela CNM, estão a retomada do concurso de 2009 e a realização de concurso para a contratação de servidores administrativos.
O concurso para servidores administrativos faz parte, inclusive, do acordo entre a União e o Ministério Público do Trabalho, visando à substituição de terceirizados em situação irregular, que deveria ter sido comcluída até o fim do ano passado.

Em outra reunião, esta no fim de abril, o ministro José Eduardo Caradozo teria, segundo a CNM, determinado que um de seus assessores agendasse uma reunião com o advogado-geral da União Luís Inácio Adams, com a Consultoria Jurídica do Ministério da Justiça e com o Ministério do Planejamento, para buscar uma solução para a retomada do concurso da PRF.
Na última segunda, 23, a Assessoria de Imprensa do Ministério da Justiça afirmou que Cardozo, de fato, se comprometeu com a categoria, mas que o ministério não vai dar detalhes sobre os trabalhos internos que estão sendo realizados.

Fonte: Folha Dirigida - 24/05/2011

Visitas: 431
Categorias: Todas as Notícias | Área Jurídica | Área Policial | Carreiras | Concursos | Concursos | Entrevista | Eventos | Facebook | OAB

0 Comentário(s)