Dicas de Estudo para o Concurso da ABIN

06 de Outubro de 2010 Concursos
O recém-lançado concurso da ABIN (Agência Brasileira de Inteligência) agitou bastante o cenário dos concursos públicos, que estava bastante "morno" após o concurso do MPU (Ministério Público da União).

A fim de auxiliar os que têm interesse em prestar esse concurso, preparamos algumas dicas para o estudo das "Matérias Gerais" previstas para esse concurso, que são:

17.2.2 CONHECIMENTOS GERAIS (PARA AMBOS OS CARGOS)

LÍNGUA PORTUGUESA: 1 Compreensão e interpretação de textos. 2 Tipologia textual. 3 Ortografia oficial. 4 Acentuação gráfica. 5 Emprego das classes de palavras. 6 Emprego do sinal indicativo de crase. 7 Sintaxe da oração e do período. 8 Pontuação. 9 Concordância nominal e verbal. 10 Regência nominal e verbal. 11 Significação das palavras.

RACIOCÍNIO LÓGICO: 1 Lógica sentencial e de primeira ordem. 2 Contagem: princípio aditivo e multiplicativo. 3 Arranjo. 4 Permutação. 5 Combinação simples e com repetição.

NOÇÕES DE INFORMÁTICA: 1 Ambientes Windows XP e Windows Vista. 2 Internet e Intranet. 3 Utilização de tecnologias, ferramentas, aplicativos e procedimentos associados a Internet/Intranet. 4 Ferramentas e aplicativos de navegação, de correio eletrônico, de grupos de discussão, de busca e pesquisa. 5 Principais aplicativos comerciais para: edição de textos e planilhas, geração de material escrito e multimídia (Br.Office e Microsoft Office). 6 Conceitos básicos de segurança da informação.

LEGISLAÇÃO DE INTERESSE DA ATIVIDADE DE INTELIGÊNCIA: 1 Lei n.º 9.883/99 e alterações - institui o Sistema Brasileiro de Inteligência, cria a Agência Brasileira de Inteligência - ABIN, e dá outras providências. 2 Decreto nº 4.376/2002 e alterações - dispõe sobre a organização e o funcionamento do Sistema Brasileiro de Inteligência, instituído pela Lei nº 9.883/99, e dá outras providências. 3 Decreto nº 6.408/2008 - aprova a Estrutura Regimental e o Quadro Demonstrativo dos Cargos em Comissão, das Gratificações de Exercício em Cargo de Confiança e das Gratificações de Representação da Agência Brasileira de Inteligência - ABIN, do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República. 4 Lei nº 11.776/2008 - dispõe sobre a estruturação do Plano de Carreiras e Cargos da Agência Brasileira de Inteligência - ABIN, cria as Carreiras de Oficial de Inteligência, Oficial Técnico de Inteligência, Agente de Inteligência e Agente Técnico de Inteligência e dá outras providências. 5 Parte Especial do Código Penal (Decreto-Lei nº 2.848/40) e alterações, no referente aos seguintes tópicos: Título I, Capítulo VI, Seção IV - dos crimes contra a inviolabilidade dos segredos; Título VIII, Capítulos I e II - dos crimes de perigo comum e dos crimes contra a segurança dos meios de comunicação e transporte e outros serviços públicos; Título X, Capítulos III e IV - da falsidade documental e de outras falsidades; Título XI, Capítulo I - dos crimes praticados por funcionário público contra a administração em geral. 6 Lei nº 8.159/91 - dispõe sobre a política nacional de arquivos públicos e privados e dá outras providências. 7 Decreto nº 3.505/2000 - institui a Política de Segurança da Informação nos órgãos e entidades da Administração Pública Federal. 8 Decreto nº 4.553/2002 e alterações - dispõe sobre a salvaguarda de dados, informações, documentos e materiais sigilosos de interesse da segurança da sociedade e do Estado, no âmbito da Administração Pública Federal, e dá outras providências. 9 Lei nº 11.111/2005 - regulamenta a parte final do disposto no inciso XXXIII do caput do art. 5º da Constituição Federal e dá outras providências.

NOÇÕES DE DIREITO CONSTITUCIONAL: 1 Princípios fundamentais da Constituição Federal 88. 2 Direitos e garantias fundamentais, nacionalidade, cidadania e direitos políticos. 3 Organização do Estado: União e Administração Pública. 4 Poder Executivo. 5 O controle externo e os sistemas de controle interno. 6 Defesa do Estado e das instituições democráticas: estado de defesa, estado de sítio, Forças Armadas e segurança pública.

NOÇÕES DE DIREITO ADMINISTRATIVO: 1 Princípios básicos da Administração Pública. 2 Poderes administrativos: vinculado, discricionário, hierárquico, disciplinar, regulamentar e de polícia. 3 Atos administrativos: conceitos e elementos. Competências, finalidade, forma, motivo e objeto. 4 Atos administrativos vinculados e discricionários. 5 Invalidação dos atos administrativos: revogação, anulação e efeito. 6 Noções de Regime Jurídico dos servidores públicos - Lei nº 8.112/90 e alterações. 7 Código de Ética Profissional do Servidor Público Civil do Poder Executivo Federal - Decreto nº 1.171/94 e alterações.

Como sempre, Língua Portuguesa merece atenção especial, visto que é uma das matérias que mais reprovam concurseiros em qualquer concurso público. O CESPE tem o costume de entremear questões de gramática e interpretação de texto, portanto a compreensão textual é uma das chaves para se fazer uma boa prova dessa matéria. Estude muito bem a teoria da matéria, bem como exercite seus conhecimentos fazendo muitas questões de concursos anteriores. Para seu estudo indicamos o livro "Português Cespe/UnB - Provas Comentadas" de Décio Sena da Editora Impetus.

A matéria de Raciocínio Lógico é o terror de muitos concurseiros e será cobrada nesse concurso. Apesar de muito temida, essa matéria está longe de ser uma das mais difíceis dentre as cobradas, necessitando apenas paciência e muita resolução de exercícios para ser devidamente estudada. E para permitir um bom estudo, nada melhor que um ótimo livro como o "Raciocínio Lógico - Você consegue aprender" de Enrique Rocha da Editora Impetus.

Nunca confunda a Informática cobrada em provas de concursos públicos com a informática do dia-a-dia que você aprendeu utilizando computadores. A cobrança em prova dessa matéria é muito mais sofisticada e requer estudo orientado, que pode ser feito utilizando o livro "Informática para concursos" de Renato da Costa e Robson Áquila, da Editora Impetus.

Não se engane pela pequena quantidade de tópicos de Direito Constitucional previstos no edital desse concurso, porque o volume de matéria a estudar não é pequeno. Como essa matéria é cobrada em qualquer concurso público, você irá enfrentar concurseiros que estão muito bem preparados na mesma. Por isso mesmo, estudar com um livro excelente da matéria irá ser um diferencial que "vale ouro", e esse livro é a "Constituição Federal Interpretada" de Gabriel Dezen Junior, da Editora Impetus.

Já a matéria de Direito Administrativo, pelo contrário, é a mais tranquila dessa parte do edital, uma vez que trata de pontos pouco complexos da matéria e que podem ser estudados em detalhes no recomendável "Direito Administrativo" de Fernanda Marinela, também da Impetus.

A matéria de "Legislação de interesse da atividade de inteligência" é aquela que está dando mais dor de cabeça para os concurseiros interessados no concurso da ABIN e que por sua especificidade e, inclusive, dificuldade de obter bom material de estudo, será um dos principais motivos de desistências para prestar esse concurso. A fim de que você não seja um desses desistentes, conte com um lançamento EXCLUSIVO da Editora Impetus para esse concurso, o "Atividade de Inteligência e Legislação Correlata" de Joanisval Brito Gonçalves, que foi escrito, especificamente, para quem se prepara para os concursos da ABIN.

Não se deixe levar pela falsa impressão inicial de que esse concurso será muito difícil de estudar e que suas chances de sucesso são reduzidas. Note que o grande diferencial para os candidatos à integrar as fileiras da ABIN será a qualidade de estudo aliada a qualidade do material.Boa sorte!

Fonte: Editora Impetus

Visitas: 5602
Categorias: Todas as Notícias | Área Jurídica | Área Policial | Carreiras | Concursos | Concursos | Entrevista | Eventos | Facebook | OAB

0 Comentário(s)