A Importância do Estudo da Língua Portuguesa para o Concurso da CVM

21 de Outubro de 2010 Concursos
Semana passada finalmente foi publicado o edital do novo concurso da CVM (Comissão de Valores Mobiliários), um concurso muito esperado e que promete ser o último dos grandes concursos desse ano.

A grande surpresa nesse edital foi a mudança da banca organizadora do concurso, que nesse será a temida ESAF (Escola de Administração Fazendária), órgão integrante da estrutura do Ministério da Fazenda, subordinado ao Ministro de Estado da Fazenda, conhecida entre os concurseiros pelas provas altamente complexas e longe de serem fáceis.

Dentre as matérias previstas no edital para todos os cargos, uma deve receber atenção especial dos candidatos: a Língua Portuguesa, uma vez que no edital os tópicos da matéria a serem cobrados em prova são apresentados de forma, enganadoramente, telegráfica:

LÍNGUA PORTUGUESA

1.Compreensão Textual. 2. Ortografia. 3. Semântica. 4. Morfologia. 5. Sintaxe. 6. Pontuação.

Essa meia dúzia de tópicos abarca, simplesmente, toda a disciplina!

É sabido que a ESAF costuma cobrar a matéria, principalmente, através da intelecção de textos (testando os candidatos quanto à captação das ideias gerais dos textos apresentados em prova), bem como coesão e coerência textuais; pontuação (principalmente quanto ao uso da 'vírgula'); concordância verbal (ou seja, as relações entre sujeito e verbo); as sempre cobradas regências e crase e por fim a semântica (com ênfase na semelhança entre palavras e expressões).

A fim de estudar devidamente para enfrentar essa prova, você pode contar com os livros de Português para concursos publicados pela Editora Impetus:

Português para Concursos, de Renato Aquino, autor de renome na área de concursos. Sua obra trabalha todos os pontos da disciplina que serão cobrados nesta prova. Além de o livro conter 900 questões para que o leitor possa fixar melhor o conteúdo estudado.

Gramática Moderna da Língua Portuguesa, de Nelson Maia Schocair, sua edição mais recente trata de temas com grande incidência em certames públicos, como reescritura e paralelismo, relações sintagmáticas, estilística do verbo, pontuação semântica, são apresentados de forma profunda, didática e objetiva, como se espera de obras destinadas ao estudo moderno e contextualizado da gramática.

Português - Questões Objetivas Comentadas, de Jorge Vicente, integrante da "Série Impetus Questões", a obra suscita os temas mais requeridos da disciplina em concursos, apresentando questões atuais de nível mediano a difícil de bancas conceituadas como Cesgranrio, Fundação Carlos Chagas, ECAP, ESAF, dentre outras. O gabarito é comentado questão por questão, e, quando vê necessidade, o autor comenta item por item, com o objetivo de nortear e agilizar os estudos de quem almeja uma vaga no setor público.

Interpretação de Textos, de Renato Aquino, propõe ao leitor um treinamento intensivo por meio da leitura de mais de 100 textos e resolução de todas as questões a eles relacionadas. Ao todo, são mais de 4.000 itens comentados, dispostos por nível de dificuldade, que atuam como incentivo e desafio ao estudante, impulsionando-o à compreensão dos significados e intenções do texto.

Acreditem, não são poucos os concurseiros que apesar de irem muito bem nas matérias específicas dos concursos mais difíceis, se veem fora da lista de classificados por terem descuidado do estudo dessa disciplina de importância estratégica em qualquer concurso público.

Fonte: Editora Impetus

Visitas: 443
Categorias: Todas as Notícias | Área Jurídica | Área Policial | Carreiras | Concursos | Concursos | Entrevista | Eventos | Facebook | OAB

0 Comentário(s)