Governo Federal: Decreto: 2.400 vagas de analista pelos ministérios

14 de Junho de 2010 Concursos
O governo federal divulgou na última terça-feira, dia 1º, um decreto com a distribuição das 2.400 vagas de analista técnico de políticas sociais, cargo criado no fim de 2009. As autorizações e a realização dos concursos deverão ocorrer de forma gradual, de acordo com as necessidades de cada pasta.

A maior parte ficou com o Ministério da Saúde, que terá 720 vagas. Já o do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) ficou com 430. Caberá aos ministérios solicitarem ao MPOG as autorizações para os concursos, que devem acontecer já este ano, segundo havia informado o ministro da pasta, Paulo Bernardo.

A carreira exige nível superior e proporcionará remuneração básica R$2.906,66 a R$5.151. A contratação será pelo regime estatutário, que garante estabilidade. Segundo o Planejamento, o ministro do órgão de lotação do servidor definirá a habilitação específica exigida para o ingresso.

As vagas foram distribuídas por ministérios com atividades relacionadas às áreas de Saúde, Previdência, Emprego e Renda, Segurança Pública, Desenvolvimento Urbano, Segurança Alimentar, Assistência Social, Educação, Cultura, Cidadania, Direitos Humanos e Proteção à Infância, à Juventude, ao Portador de Necessidades Especiais, ao Idoso e ao Indígena.

Para ingressar na carreira, os candidatos deverão passar por provas e avaliação de títulos, podendo incluir outras etapas, entre elas curso de formação. O objetivo do governo é ter um servidor para atender aos programas sociais em curso, além de outros a serem lançados.

Fonte: Folha Dirigida

Visitas: 120
Categorias: Todas as Notícias | Área Jurídica | Área Policial | Carreiras | Concursos | Concursos | Entrevista | Eventos | Facebook | OAB

0 Comentário(s)