Receita faz levantamento para concursos

12 de Julho de 2011 Concursos
Já está em curso na Receita Federal o levantamento das necessidades de pessoal do órgão, visando à solicitação de novos concursos para auditor fiscal e analista tributário. Segundo já informou a sua Assessoria de Imprensa, tão logo o governo federal volte a receber novos pedidos, a Receita irá, imediatamente, apresentar um plano de concursos para cargos, que têm como requisito o ensino superior completo em qualquer área e proporcionam remuneração inicial de R$13.904 (auditor) e R$8.300 (analista, já incluindo auxílio-alimentação, no valor de R$304).

A necessidade de contratação de mais servidores é justificada não só pelo elevado déficit - de cerca de 2 mil trabalhadores em cada um dos cargos, segundo os representantes das categorias - , mas também pela expectativa de que muitas aposentadorias ocorram nos próximos anos.
Segundo o presidente do Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil (Sindifisco Nacional), Pedro Delarue, não confirmada pela Receita, que não deu detalhes sobre o trabalho que está sendo realizado, o levantamento servirá de base o pedido de um calendário permanente de concursos.

De acordo com Delarue, cobrança nesse sentido já foi feita pelo Sindifisco Nacional ao Ministério do Planejamento, que, ainda segundo o sindicalista, recebeu bem a reivindicação. Por sua vez, o presidente da Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil (Anfip), Álvaro Sólon, defendeu que a contratação de mais auditores seja vista com investimento, então como gasto. "O Brasil é o único país em guerra que economiza bala", disse ele, em entrevista a uma emissora de rádio, no dia 6 de junho, referindo-se ao combate à sonegação, à evasão de dividas e a outros crimes fiscais.

Já a falta de analistas, especialmente nas fronteiras, tem sido destacada pela presidente do Sindicato Nacional da Carreira Auditoria da Receita Federal do Brasil (Sindireceita), Silva Helena Felismino. "Vamos sediar dois eventos internacionais, a Copa do Mundo e os Jogos Olímpicos, e precisamos que nossas fronteiras estejam reforçadas", alertou.

Caso o próximo concurso da Receita siga o modelo do último, aberto em 2009, os futuros candidatos terão que passar provas objetivas (de Conhecimentos Gerais e Específicos) e discursivas (com as disciplinas variando conforme o cargo), além de sindicância de vida pregressa e programa de formação.

Fonte: Folha Dirigida 28/06/2011

Visitas: 185
Categorias: Todas as Notícias | Área Jurídica | Área Policial | Carreiras | Concursos | Concursos | Entrevista | Eventos | Facebook | OAB

0 Comentário(s)