TJ-RJ define organizadora até o fim do mês

26 de Setembro de 2011 Concursos
Cresce a expectativa pela realização do concurso para técnico e analista judiciários do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJ-RJ), que visará ao preenchimento de, pelo menos, 138 vagas. No momento, o órgão está concentrando os esforços na definição da organizadora, prevista para ocorrer até o fim deste mês.

Segundo o diretor do Departamento de Desenvolvimento de Pessoas, Luciano Alt, o relatório com avaliação sobre as instituições pré-selecionadas deverá ser entregue ao presidente do tribunal, desembargador Manoel Alberto Rebêlo, nos próximos dias. O presidente, junto com os juízes auxiliares, ficará responsável pela escolha.

Os interessados em ingressar no TJ-RJ já devem iniciar os estudos, pois a divulgação do edital está programada para outubro. Segundo Luciano Alt, a principal dica é utilizar como base o programa da última seleção, realizada em 2007. "Os concursos do TJ-RJ não costumam apresentar muitas alterações. Respeitadas as diferenças do gestor e da instituição, basicamente as matérias cobradas anteriormente são mantidas", observa.

Das oportunidades previstas, 66 serão destinadas ao cargo de técnico de atividade judiciária sem especialidade, com exigência de nível médio, e 72 para analista judiciário sem especialidade, para graduados em Direito.

A expectativa é que o quantitativo seja ampliado, já que também serão contempladas as seguintes especialidades de analista: psicólogo, assistente social, comissário, execução de mandados (oficial de justiça), analista de sistemas, contador, bibliotecário, jornalista e médico.

Além da oferta imediata, haverá formação de cadastro de reserva, que deverá ser utilizado durante a validade, de um ano, prorrogável por igual período. A maior oferta deverá ser destinada à capital (1º, 12º e 13º Núcleos Regionais). As demais serão distribuídas pelos outros dez NURs espalhados pelo estado.

Remunerações - As remunerações iniciais deverão ser de R$3.245,87 (técnico) e R$4.975,79 (analista), incluindo R$572 de auxílio-alimentação (valor unitário de R$26 e média de 22 dias de trabalho).

Já para oficial de justiça, o salário inicial deverá ser de R$6.296,92. O valor inclui os auxílios-alimentação (R$572) e locomoção (R$1.321,13). Serão oferecidos, ainda, auxílio-creche, plano de saúde e vale-transporte.

Novidades - Entre as principais novidades desta seleção estará a inclusão das provas de redação e prática (que dependerá da especialidade) e a aplicação das etapas em dias e horários distintos, permitindo que o candidato possa concorrer a mais de um cargo, de acordo com a escolaridade. Haverá, ainda, prova objetiva, comprovação dos requisitos e curso de seleção.

Fonte: Folha Dirigida

Visitas: 216
Categorias: Todas as Notícias | Área Jurídica | Área Policial | Carreiras | Concursos | Concursos | Entrevista | Eventos | Facebook | OAB

0 Comentário(s)