TRT-DF/TO: confirmado novo concurso

07 de Outubro de 2011 Concursos
O Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região, que abrange o Distrito Federal e o estado de Tocantins, realizou sessão plenária no dia 27 de setembro, na qual foi autorizada a realização de concurso para os cargos de auxiliar (nível fundamental), técnico (médio) e analista judiciários (superior), além da definição da respectiva comissão organizadora da seleção.

O próximo passso é a realização do levantamento sobre o número exato de vagas que será oferecida, assim como a definição da organizadora e elaboração de cronograma e edital. As remunerações inciais são de R$1.998,19 para auxiliar, R$3.993,09 para técnico e R$6.551,52 para analista, incluída a gratificação por apoio judiciário, que corresponde à metade do valor do salário.

Além dessa, há ainda outras gratificações, cujos valores não foram informados pelo tribunal. A carga horária varia de 30 a 40 horas semanais. A primeira sessão para a definição do concurso ocorreu em 30 de agosto, mas como a desembargadora Elaine Vasconcelos pediu uma vista regimental, o processo passou por uma nova análise, com o objetivo de verificar a proposta da presidência do tribunal sobre a abertura do concurso para ingresso de servidores.

A última seleção ocorreu em 2004 e teve oferta inicial de 99 vagas, sendo duas para auxiliar judiciário, de nível fundamental, 62 para técnico, de ensino médio, e 35 para analista (várias especialidades), com exigência de nível superior. Na época, a organizadora foi o Cespe/UnB, que recebeu as inscrições pela internet e em agências da Caixa Econômica Federal, com taxas de R$30 para auxiliar, R$45 para técnico e R$75 para analista.

O exame contou com cem questões de Conhecimentos Gerais para os concorrentes à função de auxiliar. Aos demais candidatos foi aplicada prova com 120 itens divididos em 50 de Conhecimentos Básicos e 70 de Específicos. Também foi cobrada uma avaliação discursiva para analista, que consistiu em redação de texto narrativo, dissertativo e/ou descritivo, além de teste físico para os candidatos a técnico das áreas de Segurança e Transporte, de caráter eliminatório.

Tradicionalmente, o TRT costuma convocar mais aprovados do que o número de vagas oferecidas no edital do concurso. Na última seleção, cujo prazo de validade já foi encerrado, o cargo com maior número de nomeações (até 2009) foi o de técnico judiciário da área administrativa, com 194 convocados para as vagas regulares e dez portadores de deficiência, somente no Distrito Federal.

Fonte: Folha Dirigida

Visitas: 120
Categorias: Todas as Notícias | Área Jurídica | Área Policial | Carreiras | Concursos | Concursos | Entrevista | Eventos | Facebook | OAB

0 Comentário(s)