Concurseiros veteranos, muita atenção...

08 de Novembro de 2011 Concursos
Um dos maiores erros que muitos concurseiros veteranos cometem é acreditar que por já estudarem há bastante tempo, terem prestado vários concursos, enfim, por já serem concurseiros veteranos, não precisam mais se preocupar em estudar o básico das matérias cobradas em concursos públicos.

Esse é um grande erro porque nossa memória não é como a de computadores, que retêm 100% do que é neles armazenado. Nada disso. Temos de enfrentar o que especialistas chamam de degradação de memória, e que não é nada mais que o esquecimento progressivo do que foi aprendido, porém não é relembrado ou utilizado.

Por conta da degradação de memória muitos concurseiros veteranos perdem pontos preciosos em concursos importantes por, simplesmente, errarem questões que cobram conhecimentos básicos de matérias que são estudadas frequentemente, como Direito Constitucional, Direito Administrativo, entre outras.

Além do problema da perda de pontos em si, que pode ser a diferença entre passar dentro do número de vagas de um certame ou não, há também o problema do golpe na motivação e autoconfiança do concurseiro. Porque errar questões difíceis e complicadas é uma coisa e errar questões fáceis e "básicas" é outra totalmente diferente. Enquanto no primeiro caso o concurseiro consegue se perdoar, no segundo isso não acontece e o sentimento de culpa resultante é bastante complicado de lidar.

Evitar cair nessa verdadeira armadilha é muito simples. De um lado, basta sempre ter em mente que o básico das matérias não deve nunca deixar de ser revisto regularmente, enquanto de outro, basta efetivamente fazer essas revisões com alguma regularidade. Nós indicamos ao concurseiro, para fazer essas revisões periódicas, a leitura da obra Mapas Mentais e Memorização para Provas e Concursos, 2ª edição, dos autores Felipe Lima e William Douglas.

Fonte: Editora Impetus

Visitas: 148
Categorias: Todas as Notícias | Área Jurídica | Área Policial | Carreiras | Concursos | Concursos | Entrevista | Eventos | Facebook | OAB

0 Comentário(s)