Autorizadas 100 vagas para o concurso do Tribunal de Contas - RJ

07 de Fevereiro de 2012 Concursos
O Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCE-RJ) publicou no Diário Oficial desta segunda-feira, dia 6, resolução autorizando a abertura de vagas para concurso público a ser realizado no primeiro semestre deste ano. O concurso será destinado ao preenchimento de cargos das carreiras de Analista de Controle Externo (nível superior) e Técnico de Controle externo (nível médio), com salários iniciais que variam entre R$ 6,3 mil (nível médio) e R$ 9 mil (superior), valores que podem ser acrescidos pela avaliação de desempenho.

O concurso abrirá 100 vagas para o TCE e a Lei Orçamentária deste ano já prevê recursos para a nomeação dos novos servidores para o Tribunal. A resolução também prevê a celebração de convênio com o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro para a organização e a aplicação do processo seletivo. O objetivo é formalizar a contratação dos novos servidores até o fim do primeiro semestre deste ano.

A remuneração inicial de Analista de Controle Externo é de R$ 9.031,89, incluindo vencimentos e 50% de gratificação de controle externo, passando para R$ 10.537,21 se o servidor obtiver nota média acima de 6 (seis) na avaliação de desempenho funcional realizada anualmente. A remuneração inicial de Técnico de Controle Externo é de R$ 6.322,31, incluindo vencimentos e 50% de gratificação de controle externo, passando para R$ 7.376,02 se o servidor obtiver nota média acima de 6 (seis) na avaliação de desempenho funcional realizada anualmente.

Como benefícios, os servidores ainda contam com auxílio refeição/alimentação equivalente a R$24 por dia útil, além de auxílio saúde no valor de R$400. Para quem tem filhos menores, há ainda auxílio educação de R$ 607,88 e auxílio creche de R$840. O último concurso realizado pelo TCE-RJ ocorreu em 1998.

Para o presidente do TCE-RJ, Jonas Lopes de Carvalho Junior, o concurso tem por objetivo aumentar a eficiência do Tribunal. "Este concurso está precedido de uma ampla avaliação qualitativa e quantitativa para que possamos, dentro das 100 vagas existentes, o que é pouco, distribuí-las com a máxima inteligência e eficiência. Essa avaliação é um fato inédito na história do Tribunal."

Fonte: Folha Dirigida

Visitas: 130
Categorias: Todas as Notícias | Área Jurídica | Área Policial | Carreiras | Concursos | Concursos | Entrevista | Eventos | Facebook | OAB

0 Comentário(s)