Oferta de 152 vagas e até R$10.323

23 de Outubro de 2012 Concursos
Saiu o concurso para a Agência Nacional do Petróleo (ANP), com oferta de 152 vagas para cargos de nível superior, cujos rendimentos iniciais variam de R$9.927,20 a R$10.323,20. As oportunidades são para Brasília, Porto Alegre, Manaus, Salvador, Belo Horizonte e Rio de Janeiro. As inscrições começam na próxima segunda-feira, dia 29, e vão até 19 de novembro.

Das vagas, 22 são para analista administrativo. Podem concorrer graduados em Arquivologia, Ciências Contábeis, Jornalismo, Administração e nos cursos da área de Tecnologia da Informação. Os rendimentos são de R$9.927,20, já estando incluso o auxílio- alimentação e a gratificação de desempenho correspondente a 80 pontos. Após a primeira avaliação, os ganhos podem chegar a R$10.733,20.

A maior parte das vagas ficou para especialista em regulação de petróleo e derivados, álcool combustível e gás natural. São 115 oportunidades para graduados em qualquer área de formação, Ciências Econômicas, Engenharia (diversas), Química, Biologia, Ciências Biológicas, Oceanografia, Oceanologia e em cursos da área de Tecnologia da Informação. São 108 oportunidades para o Rio de janeiro.

As outras 15 vagas são para especialista em Geologia e Geofísica, que exige formação em Geologia, Engenharia Geológica, Geofísica ou Geologia com especialização em Geofísica, com carga horária mínima de 360 horas.

Para os especialistas, a remuneração inicial é de R$10.323,20 (já contando com o auxílio-alimentação e a gratificação de desempenho, no valor de 80 pontos), podendo chegar a R$11.678,20, depois que o concursado for submetido à avaliação de desempenho.

Anteriormente, o Ministério do Planejamento havia informado à FOLHA DIRIGIDA que os rendimentos seriam de R$10.800 para analista administrativo e de R$11.600 para os especialistas. Passado a primeira avaliação, os valores poderiam chegar a R$12 mil e R$12.960, respectivamente.

As inscrições são aceitas no site do Cespe/UnB, organizador, a partir das 10 horas da próxima segunda-feira, dia 29, prosseguindo até as 23h59 de 19 de novembro. A taxa é de R$80 (analista) e de R$100 (especialistas).

Processo seletivo - As provas objetivas e discursivas do concurso da ANP estão programadas para 13 de janeiro. Com duração de cinco horas, a avaliação será realizada no Rio de Janeiro, Salvador, Belo Horizonte, Porto Alegre, Manaus, São Paulo e no Distrito Federal.

Serão 120 questões objetivas, sendo 50 sobre Conhecimentos Básicos (Português, Inglês, Noções de Informática, Direito Administrativo, Constituição da República Federativa do Brasil, Estrutura da Indústria do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis, Noções de Estrutura e Regulação da Indústria Petrolífera e Noções de Legislação Ambiental) e 70 sobre Conhecimentos Específicos. Serão aprovados os candidatos que obtiverem, pelo menos, dez pontos em Conhecimentos Básicos, 21 nas disciplinas Especificas e 36 no conjunto da avaliação.

O exame discursivo consistirá em uma redação, de até 30 linhas, e na resolução de duas questões, a serem respondida em até 20 linhas. Cada item valerá dez pontos e versará sobre Conhecimentos Específicos. Observando a reserva de vagas para candidatos com deficiência e respeitados os empates na última colocação, será corrigida a prova discursiva dos aprovados nas provas objetivas e classificados dentro do limite estabelecido para cada cargo/perfil.

A etapa posterior será a avaliação de títulos. Serão aceitos documentos que comprovem especialização, mestrado, doutorado, experiência profissional e aprovação em concurso na área pretendida. Por último, para os cargos de especialista em Geologia e Geofísica do Petróleo e Gás Natural e especialista em Regulação de Petróleo e Derivados, Álcool Combustível, haverá um curso de formação, a ser ministrado no Rio de Janeiro.

Serviço:
http://www.cespe.unb.br/concursos/ANP_12

Fonte: Folha Dirigida

Visitas: 120
Categorias: Todas as Notícias | Área Jurídica | Área Policial | Carreiras | Concursos | Concursos | Entrevista | Eventos | Facebook | OAB

0 Comentário(s)