Estudar ou não em véspera de prova?

02 de Agosto de 2011 Entrevista
O senso comum diz que estudar no dia anterior a uma prova é algo impensável, não passando de uma medida desesperada de quem deixou para fazê-lo na última hora. O ideal é que o concurseiro comece a relaxar pelo menos dois dias antes da prova. Pense que não adianta se punir nesse momento, o que foi estudado e aprendido já está armazenado em seu cérebro.
Não podemos esquecer que não há apenas um tipo de concurseiro, portanto, há alguns que se sentem mais tranquilos estudando na véspera da prova. Outros sabem que relaxar de dois a quatro dias antes é a melhor opção. Primeiramente, você precisa saber qual é o seu estilo: aquele que fica mais tranquilo estudando ou que prefere relaxar na véspera.

Experimente as duas formas e decida qual é a melhor para você, mas lembre-se que, se é daqueles que fica mais calmo estudando, é necessário não exagerar e dormir cedo. Para os que optarem por relaxar, faça-o com cautela, nada de atividades perigosas que possam levar a contusões físicas. Faça programas sozinho ou acompanhado, o importante é desligar-se do ambiente de estudo.

Se você é um concurseiro organizado e disciplinado, já vem estudando com afinco há alguns meses. Nossa dica seria relaxar a partir do quarto dia anterior à prova. Em seu plano de estudo também é necessário que um mês ou uma semana antes do concurso já inicie a revisão de todo o conteúdo. Utilize os resumos, mapas mentais e esquemas para revisar o material mais importante.

É neste período que você também pode se dedicar a resolver provas e simulados de concursos anteriores. Monte um ambiente de prova em sua casa, como se fosse o dia do concurso. Neste momento, você deve seguir todas as condições. Depois, corrija este simulado e tenha a oportunidade de tirar suas últimas dúvidas.

Estudar para concursos é algo que requer planejamento, técnica e tranquilidade.

Fonte: Editora Impetus

Visitas: 7014
Categorias: Todas as Notícias | Área Jurídica | Área Policial | Carreiras | Concursos | Concursos | Entrevista | Eventos | Facebook | OAB

0 Comentário(s)