Entrevista com Rodrigo Bello, Allan Magalhães e Gabriel Habib

14 de Março de 2012 Entrevista
A Editora Impetus acaba de lançar o inovador Guia de Aprovação na OAB, dos renomados professores Rodrigo Bello, Allan Magalhães e Gabriel Habib. Um manual prático e técnico que ajudará o estudante a conquistar a tão sonhada aprovação no Exame da Ordem. Os autores ensinam a organizar e planejar os estudos, e a entender mais sobre a prova da OAB. Confira!

Os senhores acabam de lançar o Guia de Aprovação na OAB pela Editora Impetus. Um livro inédito no mercado. Como surgiu a ideia do livro? Por quê?

Gabriel Habib: Eu e o professor Allan Magalhães já vínhamos ministrando aulas e palestras por meio do Instituto Turbinando o Cérebro (ITC) sobre técnicas de estudo. Certa vez, tivemos a oportunidade de nos reunir com o professor Rodrigo Bello, de Processo Penal, que possui vasta experiência em preparação para o Exame de Ordem e que instrui e motiva aqueles que nele desejam ser aprovados.

Na oportunidade, ele contou-nos sobre as inúmeras dificuldades que os alunos encontravam quando, ao saírem da universidade, se deparavam com a prova da OAB, que, aliás, hoje pode ser comparada a um verdadeiro concurso público. A ansiedade e a falta de correto planejamento e de estratégia eram apenas algumas dessas dificuldades.

Diante desse cenário, resolvemos unir nossas forças, o professor Bello com a estratégia e preparação emocional, eu e o professor Habib com as técnicas por nós desenvolvidas no ITC, e trazer algo que pudesse ajudar esses jovens a trilharem, passo a passo, essa difícil caminhada.


O público-alvo deste guia são os estudantes do Exame da Ordem. Há quantos anos os senhores trabalham diretamente com este público? Quais os maiores desafios para estes estudantes? Por quê?

Rodrigo Bello: Minha vida profissional acadêmica começou com os estudantes que estavam se preparando para o Exame de Ordem no ano de 2004. Quando saí da faculdade, em 2002, senti na pele a exigência da sociedade, da família e até mesmo a minha, pela aprovação nele. A consagração da faculdade só se dava com a aprovação na OAB.

A partir do momento em que comecei a dar aulas, passei a perceber que muitos estavam sofrendo do mesmo mal que eu outrora sofrera. Perguntas simples, como: "E aí, já passou?" ecoavam com uma pressão imensa sobre mim.

Com base nesse sentimento, eu e os professores Allan e Gabriel pensamos como se estivéssemos na posição dos alunos e, com a experiência e conhecimento necessários, demos as devidas soluções e respostas a tantas aflições.

Esse é o espírito da obra: colocarmo-nos ao lado dos candidatos ao Exame de Ordem, para mostrar a eles quais são os verdadeiros inimigos da preparação e ajudar a combatê-los.

Há muitos motivos para os altos índices de reprovação na OAB. E o livro destina-se a ajudar os alunos a vencer e a modificar esses índices. Ensinamos aos alunos a estudar com planejamento.

A grande quantidade de matérias a serem estudadas é uma reclamação frequente por parte dos candidatos. A obra traz boas alternativas para a superação desse inconveniente. Apresentamos ao aluno o perfil do Exame de Ordem, com pesquisas estatísticas quanto ao número de questões por matéria, dentre outros dados que reputamos importantes para a sua aprovação.
Enfim, esperamos que o livro cumpra com o seu papel, de dar um norte a todos os candidatos ao exame de ordem e facilitar a caminhada por essa via tão tortuosa.

O livro traz dicas ótimas e fáceis de serem colocadas em prática. Há alguma delas que os senhores dão na hora de o estudante ler este guia? Os senhores consideram fundamental alguma destas dicas?

Allan Magalhães: Na verdade, o guia foi escrito em cerca de cem páginas, com uma linguagem objetiva e concisa, justamente para que o aluno possa seguir exatamente a ordem nele disposta. Todas as dicas nele contidas, a meu ver, são fundamentais. A nossa preocupação foi justamente passar aquilo que é fundamental para a aprovação no Exame de Ordem.

Os autores Allan Magalhães e Gabriel Habib são fundadores do ITC. Os professores poderiam falar mais sobre este instituto e seus objetivos? Como os estudantes podem usufruir das atividades nele realizadas?

Gabriel Habib: O ITC foi fundado em agosto de 2010, com um objetivo muito bem definido: ensinar o aluno a estudar e a viver a rotina de estudo. Afinal, essa é a atividade que o acompanhará por toda a vida.
Desde a época de colégio, todos sempre foram cobrados a estudar. Porém, nunca houve uma real preocupação em ensinar aos alunos a maneira de realizar essa atividade.

A maioria de nossos alunos deseja prestar concursos públicos nas mais diversas áreas. Sabemos que a empreitada é bastante dura. Porém, ela se torna ainda pior ao verificarmos que o aluno não utiliza uma forma definida de estudo. Assim, são dois os problemas: ter de estudar e descobrir como fazê-lo.

Diante dessa realidade, com base nos principais problemas dos alunos, efetuamos um estudo por cerca de cinco anos, dedicados a estudar as técnicas mais desenvolvidas pelo mundo em cada etapa do ato de estudar.
Então, desenvolvemos o Método de Estudo Turbinando o Cérebro (METC), um sistema fechado de estudo, onde ensinamos ao aluno o passo a passo de como estudar com o que há de mais moderno e atual no mundo em termos de técnica.

Na verdade, pretendemos provar para o aluno que, quando você sabe o que está fazendo, o estudo passa a ser um prazer, e não um sofrimento. Dessa forma, conseguimos formar alunos mais confiantes, menos ansiosos e, sobretudo, alunos mais maduros!

O curso tem como tônica a memorização. Ensinamos as técnicas utilizadas pelos "mentatletas" (atletas da mente) nos campeonatos mundiais de memória. O curso é um verdadeiro treinamento para o domínio dessas técnicas.

Outro ponto que faz bastante sucesso em nosso curso é o ensino das técnicas de sublinhamento. Os alunos chegam com os livros totalmente sublinhados, sem critério, sem razão. E saem do curso sublinhando de forma inteligente, comedida e criteriosa. A transformação é aparente!

Hoje, pelo ITC, ministramos aulas no Curso Forum/RJ e no Curso Supremo/BH e palestras pelo Brasil inteiro. Aliás, em fevereiro de 2011, tivemos o prazer de ministrar palestra com o grande guru dos concursos, William Douglas, o que foi, para o ITC, motivo de muito orgulho e realização.

Fonte: Redação Impetus

Visitas: 1363
Categorias: Todas as Notícias | Área Jurídica | Área Policial | Carreiras | Concursos | Concursos | Entrevista | Eventos | Facebook | OAB

0 Comentário(s)