Retomada dos concursos da Polícia Rodoviária Federal

03 de Fevereiro de 2012 Área Policial
A Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgou nesta sexta-feira, dia 3, o cronograma para a retomada do concurso de 2009 para 750 vagas de policial. O edital de continuidade da seleção e convocação dos candidatos para atualização de cadastro está previsto para a próxima terça, dia 7. As avaliações física e psicológica, próximas etapas a serem realizadas, deverão acontecer nos dias 10 e 11 de março, respectivamente. Já a homologação do concurso está prevista para 5 de setembro.

No último dia 2, o departamento já havia divulgado as novas instruções normativas do concurso. Os editais tratam das critérios para aplicação da avaliação psicológica, de saúde, de capacidade física e de comportamento e idoneidade Moral. Serão chamados para as avaliações física e psicológica os classificados na primeira etapa, de provas objetivas e redação, em até três vezes o número de vagas para cada estado. O resultado da primeira etapa foi divulgado no Diário Oficial da União (DOU) no último dia 27.

A avaliação de saúde deverá ser realizada de 23 a 27 de abril, e curso de formação, etapa final do concurso, tem início programado para o dia 4 de junho. Serão chamados para a avaliação de saúde, os classificados em até duas vezes o número de vagas nos exames físico e psicológico e para o curso de formação, os habilitados na avaliação de saúde e classificados dentro do número de vagas.

O cronograma de retomada do concurso foi definido no último dia 2, após reunião da diretora-geral da PRF, Maria Alice Nascimento, com representantes da Cetro Concursos Públicos, contratada para substituir a FunRio na organização do concurso. No encontro, realizado na sede do departamento, em Brasília, a diretora ressaltou o compromisso da nova organizadora com a instituição e com os candidatos. "Estamos colhendo o resultado de um árduo trabalho e agora, com a continuidade do concurso, precisamos que todo o processo seja transparente e célere. Venho acompanhando a jornada dos candidatos. Sei que todo esse processo já foi muito sofrido", afirmou Maria Alice.

A seleção está paralisada desde novembro de 2009, em função da descoberta de fraude no resultado das provas objetivas. O caso foi investigado pelo Ministério Público Federal (MPF) que concluiu que a fraude, que contou com a participação de funcionários da FunRio, não invalidou a seleção, pois não houve indícios suficientes do vazamento dos cadernos de provas ou gabaritos. Antes mesmo do fim das investigações, a PRF já havia rescindido contrato com a FunRio, alegando que a fundação falhou em garantir a segurança do concurso.

Clique aqui e confira o novo cronograma.

Fonte: Folha Dirigida

Visitas: 444
Categorias: Todas as Notícias | Área Jurídica | Área Policial | Carreiras | Concursos | Concursos | Entrevista | Eventos | Facebook | OAB

0 Comentário(s)