Defensoria/RJ oferece 321 vagas de até R$ 3,5 mil

04 de Fevereiro de 2014 Concursos

A Defensoria Pública do Rio de Janeiro (DPGE/RJ) divulgou edital de concurso pública que possui 321 vagas a serem preenchidas.

Do total, 252 oportunidades são para técnico superior jurídico, para as quais é necessário possuir diploma de bacharel em direito. A remuneração oferecida é de R$ 3.589,52.

Candidatos com ensino superior em outras áreas têm chances para técnico superior especializado nas áreas de administração (4), administração de dados (2), desenvolvimento de sistemas (5), gestão em tecnologia da informação (1), rede de computadores (1), segurança da informação (1), em suporte (1), serviço social (4), biblioteconomia (1), ciências contábeis (5), economia (4), engenharia de agrimensura (4), engenharia civil (8), engenharia elétrica (2), estatística (2) e psicologia (5). O vencimento ofertado é de R$ 3.589,52.

Para ensino médio há 19 postos de técnico médio da Defensoria. Salário de R$ 2.914,97.

A carga horária para todos é de 40 horas semanais.

As inscrições devem ser feitas a partir de amanhã (4) às 14h até o dia 27 de fevereiro, por meio do site www.fgv.br/fgvprojetos/concursos/dpge/rj. Taxas de R$ 77 e R$ 110, de acordo com função desejada.

Todos os candidatos realizarão provas objetivas marcadas para o dia 6 de abril.

Atribuições – Técnico médio da Defensoria: realizar atividades de complexidade mediana, em grau de auxílio, execução qualificada de tarefas relacionadas com as atividades meio e fim da Defensoria Pública Geral do Estado, nas áreas de profissionalização definidas em ato do Defensor Público Geral, e outras atribuições compatíveis com sua especialização;

Técnico superior jurídico: realizar atividade jurídica de complexidade, em grau de assistência,

execução qualificada de tarefas relacionadas com atividades meio e fim da Defensoria Pública

Geral do Estado, nas áreas de profissionalização definidas em ato do Defensor Público Geral, e outras atribuições compatíveis com a sua especialização;

Técnico superior especializado: realizar atividade especializada de complexidade, em grau de assistência, execução qualificada de tarefas relacionadas com atividades meio e fim da Defensoria Pública Geral do Estado, nas áreas de profissionalização definidas em ato do Defensor Público Geral, e outras atribuições compatíveis com a sua especialização.

 

Carolina Pera

JC Concursos

Fonte: www.jcconcursos.com.br

Visitas: 523
Categorias: Todas as Notícias | Área Jurídica | Área Policial | Carreiras | Concursos | Concursos | Entrevista | Eventos | Facebook | OAB

0 Comentário(s)